A Polícia Civil apreendeu, na manhã desta segunda-feira (26), cinco cobras e três aranhas que estavam dentro de uma casa no bairro São Gabriel, em Colombo, na Região Metropolitana de Curitiba. Um homem de 21 anos foi preso suspeito de manter os animais silvestres em cativeiro. A apreensão foi feita após uma denúncia anônima.

+Leia também: Cuteleiro de Curitiba faz sucesso internacional com vídeos na internet

Das cobras, duas eram pítons, tendo a maior 4 metros de comprimento. As outras duas são da espécie Corallus Batesi, popularmente chamada de cobra-papagaio, e uma Corallus Hortulanus, que é conhecida com suaçuboia. Ambos os répteis não são venenosos, mas podem matar por sufocamento. As três aranhas eram tarântulas.

O suspeito alegou que os animais eram de estimação, porém não possuía os documentos necessários para ter os bichos. “São animais silvestres, é necessário ter documentos do Ibama [Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis] e do IAP [Instituo Ambiental do Paraná]”, ressalta o delegado Matheus Loyola da Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente (DPMA). Os animais foram encaminhados à prefeitura de Curitiba, que os alojou no serpentário do Passeio Público.

Todas as aranhas apreendidas eram tarântulas. Foto: Divulgação/Polícia Civil
Todas as aranhas apreendidas eram tarântulas. Foto: Divulgação/Polícia Civil

Duplicação da Rodovia dos Minérios finalmente vai sair do papel; saiba quando começa!