O corpo encontrado carbonizado na noite desta segunda-feira (6), por volta das 22h, na Avenida Salgado Filho, no bairro Uberaba, em Curitiba, é do advogado criminalista Leonardo Ivankio Sudul, 28 anos, de acordo com informações da Ordem dos Advogados do Brasil. A confirmação oficial ainda não foi feita pela Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), mas as evidências –modelo e placa do carro – indicam que o corpo é do jovem advogado. Leonardo desapareceu na tarde de segunda e a OAB informou que pediu uma rigorosa apuração do crime.

“A notícia da morte do colega advogado Leonardo Sudul causa perplexidade em toda a classe. Já falamos com o Secretário de Segurança Pública, Wagner Mesquita, e pedimos rigorosa apuração das causas da morte. As informações preliminares indicam que o colega foi brutalmente assassinado e a OAB Paraná não descansará enquanto não tiver informações concretas de tudo que envolve o caso”, declarou o presidente da OAB Paraná, José Augusto Araújo de Noronha.

O caso está sendo investigado pelo delegado Cássio Conceição, da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). “A identificação do corpo será feita pelo DNA por conta do estado em que foi encontrado. Esse resultado deve sair em até quinze dias”, explicou.

Foto: Jorge Prado
Foto: Jorge Prado

O crime

Segundo levantamentos da polícia, dois seguranças que faziam a ronda noturna no Bioparque e ouviram sons de explosão vindos de baixo de um viaduto. Ao localizarem um Hyundai Elantra branco em chamas acionaram o Corpo de Bombeiros. Informações prévias indicam que no local não havia resquícios de produtos inflamáveis. Além disso, não havia perfurações por arma de fogo no veículo.