A Polícia Civil prendeu 23 pessoas suspeitas de integrar uma quadrilha de tráfico de drogas, e outra de roubo e furto de veículos. Durante cerca de 5 meses, as equipes investigaram a ação dos bandidos que funcionava sob encomenda.

Do Paraguai, integrantes da quadrilha escolhiam o modelo de carro que queriam e entravam em contato com os membros localizados em Curitiba. Aqui, por meio de assaltos e roubos, eles conseguiam os carros e seguiam para o Paraguai. Lá os veículos eram trocados pro drogas, ou utilizados para transportar mais drogas – de volta para o Brasil.

Estima-se que durante a atividade da quadrilha, cerca de uma tonelada de maconha tenha sido movimentada por mês. Ao longo de toda a operação, pelo menos 15 carros foram recuperados e quase 1,5 tonelada de maconha apreendida.

A ação aconteceu em três estados: Paraná, Mato Grosso do Sul e São Paulo. Ao todo, os policiais da Denarc, juntamente com o Centro de Operações Policiais Especiais (Cope) e do Tático Integrado Grupo de Repressão Especial (Tigre) cumpriram 24 mandados de prisão e 20 de busca e apreensão. No Paraná, a ação policial aconteceu nos municípios de Curitiba, Quatro Barras, Campina Grande do Sul, Colombo, Fazenda Rio Grande, Pinhais, São José dos Pinhais, Almirante Tamandaré e Foz do Iguaçu.