Cerca de 20 peças de motocicletas, com sinais de adulteração e indicativo de furto, foram apreendidas nesta terça-feira (2), em uma oficina caseira na Cidade Industrial de Curitiba (CIC). O dono da oficina, um homem de 54 anos, foi preso e mostrou-se surpreso com a batida policial. A apreensão ocorreu após uma denúncia, feita no fim de semana, na Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos (DFRV) da capital.

+ Fique esperto! Perdeu as últimas notícias sobre segurança, esportes, celebridades e o resumo das novelas? Clique agora e se atualize com a Tribuna do Paraná!

Segundo o delegado da Polícia Civil, João Marcelo Renk Chagas, entre as peças apreendidas estavam motores e partes de motocicletas, que costumavam ser vendidos de maneira informal na oficina. “É um estabelecimento de fundo de quintal”, explicou o delegado. Renk disse que a denúncia chegou à delegacia quando o dono de uma moto furtada viu seu veículo exposto em um site, na internet. “A moto foi furtada no fim de semana e o dono ficou monitorando os sites de vendas de usados. Ele identificou a moto e, pelo contato do anúncio, chegamos ao endereço”.

No local, a polícia encontrou a moto da denúncia já desmontada e com o motor dela inserido em outra moto. Outros motores, segundo a polícia, estavam com sinais de adulteração, além de haver peças para revenda sem nota fiscal e outros itens suspeitos. “No momento da prisão, ele se mostrou surpreso. E no depoimento inicial ele se manteve calado”, relatou o delegado.

O homem deverá ficar preso até a definição do inquérito, uma vez que não há fiança para esse tipo se ocorrência. As peças aprendidas também estão na Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos.

 

Leilão da PRF tem quase 1800 veículos em oferta, incluindo Audi A3 a R$ 5 mil