Levar celulares e fumo para detentos do Complexo Penitenciário de Piraquara, na Região Metropolitana de Curitiba. Esse foi o crime que fez uma estagiária de Direito ser presa em flagrante no início da tarde desta terça-feira (11), na Penitenciária Central do Estado II – Unidade de Segurança (PCEII-US).

De acordo com o Departamento Penitenciário do Paraná (Depen), a estudante atuava como estagiária voluntária no local desde 2016 por meio de uma instituição conveniada. No entanto, agentes penitenciários começaram a desconfiar do comportamento da mulher.

“A equipe de plantão flagrou a estudante durante o procedimento de revista com a ajuda do detector de metais”, informou o Depen, em nota.

Com ela, foram apreendidos seis aparelhos celulares e também uma quantidade não informada de fumo caiçara. A polícia foi acionada e encaminhou a estudante para a Delegacia de Piraquara. Ela responde pelo crime de “ingressar, promover, intermediar, auxiliar ou facilitar a entrada de aparelho telefônico sem autorização legal em estabelecimento prisional”. Se condenada, pode pegar de três meses a um ano de reclusão.