Dezessete adolescentes, entre 14 e 17 anos, foram flagrados nesta quinta-feira (20) por equipes da Secretaria Municipal da Defesa Social e Trânsito enquanto tentavam furar a catraca e entrar no transporte coletivo sem pagar a tarifa. Desta vez, a ação ocorreu na estação-tubo Detran, na Avenida Victor Ferreira do Amaral, bairro Tarumã.

Leia também: Um ano após sanção, lei que multa fura-catracas não saiu do papel

“Neste ponto específico, a forma de tentar furar a catraca é diferente. Ao invés de entrar direto no ônibus, por fora do tubo ou forçando a porta do veículo, quando há risco inclusive de acidentes, ali no Detran os adolescentes furam o próprio tubo para, então, acessar o transporte coletivo”, explica o superintendente da Defesa Social, Carlos Celso dos Santos Junior.

Todos os apreendidos foram conduzidos a outro ônibus por equipes da Guarda Municipal e encaminhados à Delegacia do Adolescente, onde assinarão um boletim de ocorrência circunstanciado e aguardam a presença de um responsável para serem liberados.

“Essa é uma ação contínua deflagrada pela Defesa Social. Continuaremos monitorando e, quando for necessário, desencadearemos outras operações em locais diferentes”, acrescentou o superintendente.

Outras ações

Nesta quarta-feira (9), a Guarda Municipal deflagrou outra operação na linha de ônibus Alferes Poli, nos períodos da manhã e da tarde. Somente nesta ação, 72 fura-catraca foram identificados. No local os guardas ainda localizaram três facas, um canivete, uma porção de maconha e insumos para uso da droga.

Nas operações anteriores, outras 70 pessoas que furaram a catraca em estações-tubo de regiões diversas foram encaminhadas à delegacia por equipes da Defesa Social, desde o segundo semestre de 2017, em diversos bairros.

Veja o vídeo da operação contra os “fura-catracas”:

GM monta esquema para acabar com invasões na ‘linha do terror’