A Polícia Civil do Paraná (PCPR) cumpre, nesta quinta-feira (19), 14 mandados de busca e apreensão em Curitiba e São José dos Pinhais, na região metropolitana. A ação está nas ruas e apura um esquema fraudulento no que se refere à contratação de planos de saúde empresariais. O prejuízo causado às vítimas seria de mais de R$ 670 mil.

+Atenção! Curitiba segue sob alerta laranja de temporal nesta quinta-feira!

De acordo com as investigações policiais, o responsável pelo esquema seria um corretor de seguros registrado na Superintendência de Seguros Privados. Além deste líder, um contador e empresários estariam participando desta movimentação suspeita.

Como funcionava o golpe?

O grupo utilizava uma empresa familiar para incluir funcionários inexistentes possibilitando a adesão destes planos de saúde empresariais e coletivos, por meio de dados e documentação falsa. Os “funcionários” eram registrados em funções como as de motoristas e costureiras. A maioria deles tinha idade avançada, alguns com mais de 80 anos. O grupo criminoso negociava estas inclusões para associações privadas de servidores públicos de diversos estados.

+Viu essa? Tempestade deixa destruição em shopping e estabelecimentos de Curitiba!

Na Capital, os mandados serão cumpridos nos bairros Cabral, Juvevê, Cristo Rei, Centro, Batel, Bigorrilho, Água Verde, Xaxim e Boqueirão. Em São José dos Pinhais, uma ordem de busca será cumprida no Centro da cidade.

Preso grupo suspeito de aplicar golpe de mais de R$ 20 mil em loja de móveis de Curitiba