Um guarda municipal que atendia a uma denúncia em Araucária, na Região Metropolitana de Curitiba (RMC), foi atropelado por um dos suspeitos. O acidente aconteceu no final da tarde desta quinta-feira (17) e é grave o estado de saúde do GM. Duas pessoas foram presas.

A ação começou depois de uma denúncia de que um carro roubado estaria circulando pelas ruas do entorno da Praça Doutor Vicente Machado. A Guarda Municipal foi confirmar a informação e, ao chegar, encontrou o veículo, um Corsa Sedan, roubado.

Os GMs seguiram o veículo e os ocupantes, na tentativa de despistar a viatura, tentaram entrar num estacionamento. Ao ouvir a sirene da viatura, o motorista do Corsa parou e, quando viu que os guardas tentariam abordá-los, jogou o Corsa contra os GMs. O guarda foi prensado no muro.

O guarda municipal atropelado teve fratura no fêmur. Ele foi encaminhado ao Hospital Municipal de Araucária (HMA), onde passou por uma cirurgia. Conforme apurou a Tribuna do Paraná, o guarda não corre risco de morte e está se recuperando bem.

Suspeitos presos

A dupla suspeita tentou escapar, mas foi presa pelo outro GM, que agiu rápido. Luis César Moraes e Davi Prestes do Santos, ambos com 19 anos, foram encaminhados à Delegacia de Araucária, junto com o Corsa, que foi roubado no começo do mês no bairro Capão Raso, em Curitiba.

Os dois rapazes presos não tinham passagens criminais. Dentro do carro, os guardas encontraram várias peças de roupas ainda com etiquetas. A suspeita é de que a dupla teria assaltado alguma loja de roupas ainda nesta semana.