O agente Stempinhaki da Guarda Municipal de Fazenda Rio Grande, na região Metropolitana de Curitiba, levou um tiro na cabeça no começo da noite desta quarta-feira (23), na Rua Rio Jau, após confronto com um individuo. O guarda está na UTI do Hospital do Trabalhador depois de passar por uma cirurgia no crânio. Já o responsável pelo tiro está morto.

+Caçadores! Crianças e adolescentes sozinhas nos APP de carona? Delegada recomenda atenção!

Segundo informações, os agentes estranharam a saída de um veículo Gol do beco na Rua Rio Mascate. Ao tentar fazer a abordagem, o motorista do Gol já teria atirado contra os policiais. Em perseguição, o condutor do Gol perdeu o controle do carro e capotou. Mesmo com cautela e preparado para confrontos, Stempinhaki desceu da viatura, quando foi surpreendido por um tiro. O individuo que estava ferido não aguentou os ferimentos e morreu na sequência.

+Leia mais! Loja é suspeita de vender carros de clientes e não repassar dinheiro

“Quando capotou, o guarda desceu e tomou o tiro. Foram encontradas duas armas de fogo e droga com o rapaz. Provavelmente tenha passagem pela Policia”, relatou Hilda Soares, Comandante da Guarda Municipal de Fazenda Rio Grande, em entrevista para a RPC. Já o colega de Stempinhaki chegou a levar um tiro de raspão, mas não corre risco de vida.

Preso em Curitiba, assassino de Rachel Genofre dá detalhes do crime