Um homem de 46 anos, foragido do Piauí, foi preso nesta quinta-feira (15) no bairro Uberaba, em Curitiba, pela Polícia Civil do Paraná. Ele é suspeito de fazer parte de um grupo criminoso especialista em explosão e assaltos a bancos.

De acordo com as investigações, coordenadas pelo delegado Rodrigo Brown, Vilmar Pedro Oliveiro chegou a ser preso anteriormente no nordeste, quando dirigia um caminhão em que levava outros comparsas. Entre eles atava um homem conhecido da polícia paranaense como “Batman”, um dos maiores ladrões de bancos do país. O caminhão ainda transportava fuzis, explosivos e drogas.

Rodrigo Cunha / Tribuna do Paraná
Rodrigo Cunha / Tribuna do Paraná

A suspeita era de o criminoso estivesse em constante troca de endereço em chácaras da Região Metropolitana de Curitiba, o que se confirmou. Vilmar foi preso na tarde de quinta-feira (15), enquanto se deslocava de moto pela Avenida Comendador Franco.

“Além da situação de fuga, ele tinha mandado de prisão expedido por conta dos crimes que cometeu o Piauí. Vilmar era motorista da quadrilha do Batman. Usava fundo falso no caminhão que dirigia para esconder explosivos e armas. Ele nem sempre estava presente no momento dos assaltos a bancos, mas participava ativamente das ações. Ele também ajudava o Batman a se deslocar, desde que o mesmo perdeu parte do braço em uma explosão acidental, há alguns anos”, apontou Brown.

+Viu essa? Homem é assassinado em Curitiba e corpo é jogado pra dentro de rio!

Com a prisão de Vilmar, a polícia agora investiga quais outros crimes recentes, relacionados a assaltos a banco, podem ter a participação dele e de outros criminosos. “Isso agora será apurado. Temos informações de que eles atuaram em São Paulo, Paraná, Santa Catarina e outros estados do país. O Cope segue trabalhando para reprimir a atuação de quadrilhas como a de Vilmar”, concluiu o delegado.

Ainda de acordo com Brown, Vilmar era conhecido no meio criminoso como Naig. A descoberta do apelido também ajudou nas investigações.

+Leia mais! Polícia usa helicóptero pra caçar envolvidos em confronto em Curitiba!

Motorista do Batman!

Investigações apontam que o homem dirigia para “Batman”, já este possuía uma deficiência física, que adquiriu durante a prática de um crime em que teve 70% do corpo queimado.

‘Inventor’ do buffet em Curitiba resiste ao tempo no Mercado Municipal