Juliano Oliveira dos Santos, de 30 anos, era foragido da Justiça e estava em Curitiba. Ele foi preso na última segunda-feira (23), em cumprimento de mandado de prisão por estupro de vulnerável.

Segundo a Polícia Civil, o homem estuprou uma menina de três anos na cidade de Itaporanga, em São Paulo. O crime aconteceu em novembro de 2016 e, desde então, Juliano era procurado.

As investigações apontam que o homem tinha um relacionamento com a mãe da criança e se aproveitou disso para praticar o crime. “Ele morava em Curitiba há certo tempo e o que apuramos é que esse crime aconteceu numa das viagens dele para São Paulo”, detalhou o delegado Ronaldo Ivanike.

Juliano foi encontrado em seu local trabalho, no Umbará, em Curitiba. Ele foi levado ao 11º Distrito Policial (DP) e negou o crime. “Tudo isso foi inventado pela família dela (mãe da criança) para me incriminar, mas eu jamais faria algo do tipo”, disse o preso, detalhando que se alguém fizesse isso com um filho dele, ele se revoltaria. “Eu matava”. Juliano deve ser transferido para SP.

Empacadas