Um incêndio de grandes proporções destruiu a Vila Corbélia, na Estrada Velha do Barigui, na Cidade Industrial de Curitiba (CIC), no final da noite desta sexta-feira (7). O local é o mesmo onde o soldado Erick Norio, do 23° Batalhão da Polícia Militar (PM), foi morto enquanto trabalhava, ainda na madrugada de sexta-feira.

Leia também! Moradores acusam policiais de causarem incêndio devastador. “Chegaram igual exército e encapuzados”

O incêndio começou por volta das 22h30 e, primeiramente, tomou conta de algumas casas de madeira que ficam na localidade. Como a área é de ocupação, as casas de madeira, além do forte vento, ajudaram a alastrar as chamas. Os bombeiros foram chamados para atender a ocorrência mas as chamas acabaram destruindo a localidade.

Apesar de relatos de que havia pessoas dentro das casas, ninguém morreu.

Viu essa? Oitenta vítimas de incêndio devastador na CIC são abrigadas em escola municipal

Apenas durante a manhã deste sábado (08) foi possível ver o tamanho do estrago causado pelas chamas. Ainda por volta das 10h, ainda havia muita fumaça saindo dos escombros.

Leia mais! Procurado, suspeito de matar PM tenta se apresentar, mas não fica preso!

Investigações

A Secretaria de Segurança Pública também já tomou providências. Foi determinada à Polícia Civil a apuração rigorosa das causas do incêndio na Vila Corbelia. Em nota, a instituição informou que um inquérito policial será instaurado pela Delegacia de Explosivos Armas e Munições (Deam) para apurar o caso. Uma equipe já foi designada para atender o local. O Instituto de Criminalística foi acionado também para exames periciais.

fogo-reproducao

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do trio de ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!