Uma equipe da Polícia Rodoviária Federal (PRF) que atuava, na madrugada desta sexta-feira (4), no resguardo da carga de um caminhão carregado de carne que tombou na BR-376, no Norte do Paraná, foi atacada por índios. Segundo informou a PRF, os indígenas, além de deixar um dos policiais feridos, saquearam a carga e depois incendiaram o caminhão.

Conforme os policiais que atenderam o acidente, a situação estava controlada no local. Acontece que, enquanto era feito o transbordo da carga, cerca de 40 índios chegaram ao local com o objetivo de saqueá-la.

Foto: PRF.
Índios usaram o concreto destruído pelo acidente como armas contra os policiais. Foto: PRF.

Com pedaços da mureta de concreto danificada pelo acidente, os índios começaram a arremessar os objetos contra os policiais. Um dos agentes da PRF foi atingido na cabeça. Ele foi socorrido e encaminhado até a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Apucarana, no Norte do Paraná, onde recebeu 13 pontos.

Após saquear a carga, os índios incendiaram o veículo. Outras equipes da PRF e da Polícia Militar se deslocaram para dar apoio à situação. A PRF deve encaminhar a ocorrência para a Delegacia da Polícia Federal em Londrina. Até o momento, ninguém foi preso.

O acidente

O tombamento do caminhão aconteceu na noite desta quinta-feira (3), em Mauá da Serra, norte do Paraná. Duas pessoas ficaram feridas no acidente, mas com lesões leves. O motorista foi atendido na UPA de Apucarana. O passageiro foi liberado no próprio local da ocorrência.

Foto: PRF.
Foto: PRF.