Policiais da Delegacia de Piraquara, na Região Metropolitana de Curitiba (RMC), investigam a morte de Jackson Willian Dias, 25 anos. O rapaz foi assassinado com 31 facadas dentro de casa, na Rua Antônio Celso Darienzo, no bairro Vila Nova. O autor do crime ainda não foi encontrado, mas segundo a Polícia Militar (PM), seria o padrasto de Jackson.

O assassinato pode ter acontecido ainda na madrugada deste domingo (2), mas foi descoberto pela manhã, quando a mãe do rapaz chegou do trabalho. Ela disse aos policiais que saiu para trabalhar e o filho ficou em casa com o padrasto, que vivia com ela há pouco mais de um ano.

Segundo a mulher, os dois beberam e possivelmente discutiram. Não se sabe por qual motivo, o homem matou o rapaz com uma facada no pescoço, 12 no peito e outras 18 nas costas.

Quando a perícia do Instituto de Criminalística chegou à residência, a cozinha – local onde o crime aconteceu – havia sido lavada. Mesmo assim, o perito conseguiu achar uma mancha de sangue. Ainda de acordo com a perícia, o rapaz morto estava com odor etílico, o que confirma a suspeita da mãe.

O corpo de Jackson estava dentro de um carrinho de materiais recicláveis. Já o homem suspeito do crime tinha desaparecido. Conforme os policiais, ele é conhecido na região como “Brás”. Denúncias podem ser passadas através do telefone (41) 3590-1200 ou ainda pelo 190, da PM.