A jovem que ‘ficou’ com o jogador Daniel Corrêa Freitas, na balada horas antes dele ser assassinado pelo empresário Edison Brittes Júnior, 38 anos, prestou depoimento na delegacia de São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba, na tarde desta segunda-feira (12). Ela não conversou com a imprensa e seus advogados não revelaram todo o conteúdo da oitiva. Os defensores apenas disseram que a jovem está assustada já que presenciou às agressões que antecederam o homicídio do jogador.

Por conta do medo da jovem, apenas seu primeiro nome foi divulgado; Evelin, 19 anos. Conforme o advogado dela, Luiz Roberto Zagonel, Evelin é amiga de Allana há cerca de um ano e foi convidada para a festa de 18 anos na boate. Evelin relatou que conheceu Daniel na balada e apenas trocou alguns beijos com ele. Depois disto, foi convidada para continuar a festa na casa da família, para onde Daniel também foi.

O advogado não deu detalhes do que Evelin declarou. Apenas disse que ela assistiu as agressões e a outros detalhes que não serão revelados neste momento. Também falou que viu Daniel sair da casa se mexendo, ou seja, que ele estaria vivo quando saiu da residência dos Brittes, no bairro Guatupê, em São José dos Pinhais. Evelin, esclareceu o advogado, não foi indiciada por nenhum crime e, no inquérito, é apenas uma testemunha. Apesar de contar ao delegado que está com medo, o advogado diz que Evelin não sofreu nenhum tipo de ameaça. Mas não revelou se Evelin foi procurada pela família Brittes, após o crime, para que alinhasse algum tipo de história em seu depoimento.

“Boa gente”

Na rua onde a família Brittes mora, a Rua Nelson Portes de Britto, eles são conhecidos por serem boa gente. Não eram de circular muito por ali, mas nas poucas vezes que foram à panificadora próxima, por exemplo, sempre foram cordiais. Edison estava sempre sorridente, e nunca deixaram nenhuma conta pendurada.

Uma vizinha relatou que é uma família que gosta bastante de festas. E que apenas uma vez que ela reclamou do barulho, Edison recebeu a reclamação e a família Brittes passou a maneirar na música. A vizinha nunca mais se incomodou com barulho. Tanto que se cumprimentavam sempre, com bom dia, boa tarde e boa noite – apesar de nunca conversarem – e que Edison até pedia à vizinha que desse uma olhada na casa quando a família viajava.

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do trio de ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!

+ Confira o desenrolar dos acontecimentos:

Sábado (27): Ex-jogador do Coritiba é encontrado morto em São José dos Pinhais

Quarta (31): Corpo de Daniel é velado em Minas Gerais

Quarta (31): Daniel foi espancado antes de ser morto, diz testemunha

Quinta (1): Suspeito de matar ex-jogador é preso, junto com esposa e filha

Sexta (2):  Perícia na casa onde ex-jogador foi agredido antes de ser morto pode revelar detalhes do crime

Sexta (2): Conversas de Whatsapp apontam que filha de suspeito fez contato com família de jogador

Sábado (3): Saiba em que condições está presa a família Brittes, acusada da morte do jogador Daniel

Segunda-feira (5): Rapazes que testemunharam morte do ex-jogador Daniel devem depor nesta semana

Segunda-feira (5): Cris e Allana Brittes prestam depoimento sobre morte de Daniel. Caso tem novidades!

Terça-feira (6): “A família está mentindo”, diz delegado após depoimento de mãe e filha

Terça-feira (6): Mãe e filha contam detalhes sobre a morte de Daniel em depoimentos; leia na íntegra!

Terça-feira (6): Novos depoimentos desmentem estupro do jogador Daniel

Quarta-feira (7): ‘Daniel foi assassinado com requintes de crueldade’, diz promotor

Quarta-feira (7): Celular de Cris Brittes é entregue à polícia

Quarta-feira (7): Veja o que Edison Brittes disse à polícia em depoimento nesta quarta

Quinta-feira (8): Dois suspeitos de ajudarem Edison Brittes nas agressões contra jogador se apresentam

Quinta-feira (8): Cris e Allana Brittes são transferidas para presídio feminino em Piraquara

Sexta-feira (09): Moto ostentada por Brittes era de traficante, diz delegado

Sábado (10): Família Riqueza: festa de aniversário de Allana Brittes custou R$ 30 mil

Domingo (11): Celular usado por Edison Brittes para dar pêsames é de um homem morto

Domingo (11): Imagens mostram Edison Brittes combinando mentira sobre morte de jogador Daniel

Segunda-feira (12): O que ainda não foi respondido sobre a morte do jogador Daniel

Objetivo era castrar, não matar, diz suspeito de participar de morte do jogador Daniel