Uma tentativa de roubo acabou com o assaltante pedindo socorro para a polícia na noite da última quinta-feira (21) no bairro Batel, em Curitiba. Um homem tentou assaltar uma jovem em um ponto de ônibus na Avenida Visconde de Guarapuava, mas não esperava que ela fosse reagir. Assim, além de ser preso em flagrante, o assaltante acabou precisando de atendimento médico depois de levar um golpe de jiu-jitsu da vítima.

+ Fique esperto! Perdeu as últimas notícias sobre segurança, esportes, celebridades e o resumo das novelas? Clique agora e se atualize com a Tribuna do Paraná!

O caso aconteceu por volta das 21h45. O assaltante abordou a moça fingindo estar armado. Mas a vítima percebeu que o homem não estava armado e partiu para o ataque. Ela teria dado um golpe mata-leão no criminoso. Essa seria a segunda vez que a jovem foi assaltada esse ano.

De acordo com a Polícia Militar, quando a viatura chegou para atender a ocorrência, o assaltante já estava imobilizado. Com ele, a equipe encontrou apenas dois celulares — incluindo o da jovem — e nenhum tipo de arma. Ele foi preso e levado à Central de Flagrantes da Polícia Civil. Antes, porém, precisou passar no Hospital do Trabalhador para ser medicado, já que se queixava de dores depois de ser atacado pela vítima.

Apesar de a jovem ter frustrado o assalto, a recomendação da polícia é de que a população nunca tente reagir a assaltos, mesmo quando suspeitar que o indivíduo não esteja armado.

Homem pode ter sido torturado antes de ser morto em Curitiba. Corpo estava no Rio Belém