Uma mãe de 35 anos foi violentada sexualmente e assassinada por defender as três filhas no município de Colombo, Região Metropolitana de Curitiba. As cenas de terror aconteceram na manhã desta terça-feira (23) em uma residência na Avenida Portugal, no Jardim Guarani, e a Polícia Civil investiga o caso.

De acordo com o delegado Reinaldo Zequinão Neto, a família dormia quando ouviu um estrondo por volta das 5h. “A mulher e as filhas viram um homem na cozinha com uma camiseta enrolada na cabeça. Ele perguntou por determinada pessoa e, não encontrando, deu voz de assalto e amarrou a mãe e as filhas de 16 e 14 anos, deixando somente a menor de quatro anos livre”, disse.

Depois disso, violentou sexualmente uma das adolescentes e começou a abusar da mãe. “A mulher tentou reagir e mandou as filhas fugirem, mas o autor pegou uma corda de roupa e sufocou a mãe. Ele também deu uma facada no pescoço dela”, informou o delegado.

Ainda segundo Reinaldo, o bandido voltou a estuprar as adolescentes e fugiu. “Durante toda a ação, ele ia separando as vítimas em quartos da casa. Foram horas de desespero até que as garotas conseguissem pedir ajuda”.

Ao chegar no local por volta das 11h, a Polícia Militar encontrou a mulher morta e as três filhas amarradas. As jovens foram encaminhadas para a Delegacia de Polícia Civil para prestar depoimento e seguiram para o hospital a fim de realizar diversos exames. O Conselho Tutelar também foi acionado e acompanha toda a situação.

Autor identificado

De acordo com a Polícia Civil, o autor foi identificado como José Ricardo Ferraz, 29 anos, conhecido como Cambará. “Ele foi reconhecido pelas vítimas e já tinha um mandado de prisão em aberto por outro estupro registrado há um mês”, pontuou o delegado. O suspeito segue foragido e denúncias a respeito de sua localização podem ser realizadas pelo telefone 3605-6550.