Uma semana após a fuga de 29 presos da Penitenciária Estadual de Piraquara (PEP I), apenas cinco detentos foram recapturados até agora, segundo o Departamento Penitenciário do Estado do Paraná (Depen-PR). O quinto fugitivo, identificado como Willian Daniel Dias Cabral, foi encontrado na noite de segunda-feira (17) em Cascavel, a mais de 500 km de distância da penitenciária de onde fugiu na última terça-feira (11). Com isso, ainda restam 24 foragidos.

Os outros quatro detentos voltaram à prisão poucas horas após a fuga. Eles foram localizados no município de Quatro Barras, na Região Metropolitana de Curitiba (RMC) entre a noite de terça (11) e a manhã de quarta (12), após uma série de denúncias serem encaminhadas à Guarda Municipal da cidade.

Segundo o Departamento Penitenciário do Estado do Paraná (Depen), todas as forças policiais foram empregadas em uma caçada aos fugitivos nas primeiras 48 horas após a fuga. No entanto, o trabalho agora é realizado, principalmente, pelo serviço de inteligência da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp) em parceria com a equipe do Centro de Operações Policiais Especiais (Cope).

Entre os bandidos que seguem foragidos está Ozélio de Oliveira, apontado como um dos líderes do Primeiro Comando da Capital (PCC) em Roraima e um dos responsáveis pelo sequestro de Wellington Camargo, irmão dos cantores Zezé di Camargo e Luciano, em 1998.

Para colaborar com informações, a população deve ligar para o número 181 do Disque Denúncias ou para o 190, da Polícia Militar.

+Leia mais: Veja lista com nomes e fotos dos 29 presos que fugiram da PEP I

Outras prisões

Além dos detentos recapturados, um agente de cadeia pública e outras três pessoas foram presas suspeitas de facilitar e também fornecer informações para a fuga. Eles foram localizados no município de Pinhais, também na RMC, na última quinta-feira (13). No momento da prisão, o funcionário público foi localizado com um Porsche Cayenne que custa aproximadamente R$ 500 mil. As investigações seguem em sigilo.

Sequestrador do irmão de Zezé di Camargo é um dos presos que fugiram de Piraquara