Crianças e idosos não escaparam das ameaças de três bandidos, que aterrorizaram uma família na noite desta terça-feira (22). Os três acabaram mortos em confronto com policiais militares na Rua Mato Grosso, no bairro Ferraria, em Campo Largo, Região Metropolitana de Curitiba (RMC), depois que uma das vítimas conseguiu chamar a Polícia Militar (PM) antes que os bandidos escapassem de vez do local.

+Viu essa? “Adolescente morto não tinha nada a ver com o crime”, diz delegada da DHPP

Segundo a polícia, o trio invadiu a casa por volta das 21h e ficou na residência por pelo menos meia hora. Os assaltantes pediam por um cofre, mas a família não tinha dinheiro em casa e então resolveram pegar o que conseguiriam. “Até alimentos eles iriam levar embora. Pegaram eletrônicos, cadernos, limparam a geladeira, enfim, o que conseguiram. Ficaram em torno de 30 minutos na casa aterrorizando a todos”, detalhou o tenente Cason, do 17° Batalhão da PM.

+Leia mais! Homem morre em confronto com a Rone após roubar carro de luxo em Curitiba!

Quando os bandidos já estavam tentando escapar, usando dois carros da família, um dos moradores da casa conseguiu ligar para a polícia e pedir socorro. “Ligaram direto da casa e disseram que estavam sendo aterrorizados. Entre as vítimas tinha um casal de idosos e até algumas crianças. Isolamos o local, as equipes entraram e os marginais, armados, não se entregaram”.

Foto: Colaboração.
Foto: Colaboração.

Os bandidos entraram em confronto e os três acabaram baleados. O Siate chegou a ser acionado, mas os socorristas não tiveram como salvar a vida de nenhum deles. “Tivemos o resultado das três mortes. Os policiais não se feriram e os moradores, apesar do abalo emocional, pois passaram por momentos de terror, estavam bem”, completou o tenente.

Com o trio, pelo menos duas armas foram apreendidas. Junto com tudo o que seria levado da casa, os policiais encontraram também os dois carros, um Onix e uma caminhonete Toro, que seriam usados pelos assaltantes para a fuga. Os dois veículos foram recuperados, mas com várias marcas de tiros. A Delegacia de Campo Largo fica responsável por finalizar as investigações da ação dos bandidos.

‘Louco’motiva de sonhos: aos 36 anos, homem gasta R$ 13 mil para realizar sonho de criança