A Polícia Civil encontrou uma adolescente fazendo programas sexuais em um hotel da Rua Saldanha Marinho, no Centro, em Curitiba, no início da noite desta terça-feira (10). Os policiais haviam iniciado a Operação Rotatividade pela manhã e já haviam fiscalizado outros dois hotéis da capital, usados como refúgio de criminosos.

Os investigadores foram à Pousada Redentor e confirmaram as denúncias de que crimes graves eram cometidos no local. “Este hotel servia de fachada para uma casa de prostituição. “Duas pessoas foram presas e nos deparamos com essa garota, menor de idade, em um dos quartos com um cliente. Encontramos drogas também, que seriam deste rapaz. A adolescente nos disse que eram cobrados R$ 80,00 por programa”, explicou o delegado Fábio Machado, que comandou a operação.

Diante do flagrante de prostituição infantil, a polícia exigiu a interdição imediata do estabelecimento. “Pedimos que a prefeitura suspenda o alvará deste local e entramos com um pedido junto ao Ministério Público para que este imóvel seja destinado ao Fundo de Direitos da Criança e do Adolescente. Queremos que seja usado em favor das vítimas e não para crimes ou perturbação dos moradores desta região”, afirmou o delegado.

A menor foi entregue aos cuidados do Conselho Tutelar para receber o atendimento necessário. As drogas apreendidas e os outros dois detidos foram levados para a delegacia.

Foto: Lineu Filho
Foto: Lineu Filho