Dois adolescentes de 16 e 17 anos confessaram ter matado, com requintes de crueldade, o motorista de aplicativo Luciano Nunes, na noite deste domingo (21). A família do condutor já estava preocupada com o desaparecimento durante o final de semana, e foi somente pelo localizador do aparelho celular que policiais militares conseguiram encontrar o veículo Fox, utilizado por ele, em uma residência na Cidade Industrial de Curitiba (CIC). Para encontrar o carro, os policiais contaram com ajuda da família.

+ Fique esperto! Perdeu as últimas notícias sobre segurança, esportes, celebridades e o resumo das novelas? Clique agora e se atualize com a Tribuna do Paraná!

O veículo estava estacionado na casa da mãe de um dos menores e, depois de uma abordagem rápida da PM, os adolescentes sinalizaram que o crime realmente ocorreu.

+Viu essa? Bolsonaro passeia de moto e comete infração gravíssima de trânsito

Aos policiais eles alegaram que Luciano teria reagido ao assalto e tentado fugir, mas ao perceber que poderiam “perder a chance”, os assassinos atingiram o homem com pedradas e pauladas. Após o assassinato, os adolescentes arrastaram o corpo para uma região de mata na CIC, cobriram e fugiram com o carro em seguida.

Policiais Civis da Delegacia do Adolescente encontraram o corpo no fim da tarde de domingo e acionaram a Criminalística e o Instituto Médico Legal (IML). Os menores foram encaminhados para a Delegacia do Adolescente.

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do trio de ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!

PM muda estratégia e adota módulos móveis em Curitiba. Funciona?