Uma mulher que foi presa por tráfico de drogas levou o advogado para a prisão junto com ela nesta terça-feira (6). Ela tentou subornar os policiais, que até fingiram que a ajudariam a ser solta, mas esperaram o momento certo para dar voz de prisão também ao defensor dela, que levou o dinheiro.

A prisão aconteceu na Rua Manoel Martins de Abreu, no bairro Prado Velho, em Curitiba. Segundo a Polícia Militar (PM), uma equipe do 12º Batalhão da PM suspeitou da mulher e, ao abordarem, encontraram porções de crack e cocaína, bem como uma quantia pequena em dinheiro trocado.

Presa em flagrante, a mulher foi conduzida por tráfico de drogas, mas tentou subornar a equipe policial oferecendo dinheiro para ser solta. Ela disse que o advogado levaria o dinheiro para pagar por sua liberdade e os policiais fingiram acordo.

Quando o defensor dela compareceu à Companhia da PM, com R$ 3 mil em dinheiro, recebeu voz de prisão por corrupção ativa. Ele e a mulher foram encaminhados à Polícia Civil.

Em nota, advogados informaram que o colega foi acusado injustamente e foi vítima de uma armação feita pelos policiais. Para defender o advogado preso, foi pedido ao juiz de plantão que relaxasse a prisão e a Justiça concedeu o pedido.

Segundo os advogados, por ter sido “caracterizado o flagrante preparado ausente a tipicidade do delito, o que enseja o relaxamento da prisão, visto que não restou configurado o delito”. Os advogados afirmaram que os autores da armação “serão exemplarmente acionados para que respondam por seus atos”.

https://tribunapr.uol.com.br/noticias/seguranca/trio-aborda-esposa-de-policial-e-leva-pior-ao-tentar-fugir/