Uma diarista, de 35 anos, foi presa na tarde de quinta-feira (15), em Curitiba, quando tentava extorquir R$ 80 mil de um renomado empresário da capital. Ela chegou a tentar fugir de um flagrante que tinha sido ‘armado’ pela Polícia Civil, mas acabou caindo de um telhado e foi capturada.

Segundo a delegada Aline Manzatto, do 12.° Distrito, a suspeita tinha um caso extra-conjugal com o empresário, que já durava dois anos e, desde a última segunda-feira (12), ameaçava divulgar fotos íntimas dos dois e acusá-lo de estupro. A própria vítima da extorsão fez a denúncia à polícia, para armar o flagrante. A esposa do empresário já tinha sido informada sobre o caso.

De acordo com a delegada, a prisão ocorreu no bairro Santo Inácio, no momento em que o homem entregaria o dinheiro. A mulher estava trabalhando de cuidadora na casa de uma juíza aposentada. Ao tentar fugir pelo telhado, no momento da prisão, a diarista caiu de uma altura de cinco metros e precisou ser socorrida.

Ela ainda caiu no terreno do vizinho, um policial militar. “Ela machucou as costas e o pé. O Siate foi chamado para atendimento”, disse a delegada. “Também apreendemos o celular dela, mas já não tinha mais arquivos com as fotos”, concluiu.

De acordo com a polícia, a diarista mora em Curitiba há sete anos. Ela é natural de Montes Claros (MG). No sistema não há informações de outras vítimas ou condenações. Ainda conforme a polícia, a mulher tem uma filha e não deve ficar presa até a conclusão das investigações.

O nome do empresário não foi divulgado.

Viatura da PM é crivada de tiros após confronto com ladrões de carro