Duas mulheres foram presas por uma equipe da Ronda Ostensiva Tático Móvel (Rotam), da Polícia Ambiental do Paraná, após o cumprimento de um mandado judicial em Adrianópolis, região metropolitana de Curitiba. A prisão foi em flagrante por posse de produtos de caça, porte ilegal de arma e ilícitos em zona de amortização, do Parque Estadual das Lauráceas, naquele município. A zona de amortização é uma área estabelecida ao lado de uma unidade de conservação.

+ Fique esperto! Perdeu as últimas notícias sobre segurança, esportes, celebridades e o resumo das novelas? Clique agora e se atualize com a Tribuna do Paraná!

“Recebemos uma denúncia e ao conseguirmos a autorização, nos deslocamos ao local. É uma região grande e lá encontramos com as pessoas, uma espingarda calibre 16, cartuchos, um tatu morto e cortes de carne de cervos. Além disto, três pitos (armadilhas)“, disse o 1º Tenente André Felipe Kovalczykowski para a reportagem da Tribuna do Paraná. A ação contou com a participação do serviço de inteligência (P2).

+Leia mais! Fila enorme chama a atenção na Grande Curitiba. Teve gente chegando de madrugada

As mulheres foram encaminhadas para a Delegacia Civil de Bocaiuva do Sul, mas foram liberadas ao pagarem fiança.

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do trio de ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!

Funcionários da FAS são agredidos na Rodoviária por moradores de rua