Passageiros da linha de ônibus Afonso Pena/Curitiba foram vítimas de um arrastão no fim da manhã desta quarta-feira (8). Este é apenas mais um caso na região de Curitiba. Segundo o Sindicato dos Motoristas e Cobradores de Ônibus (Sindimoc), cerca de 15 boletins de ocorrência são registrados mensalmente pelo departamento de segurança do sindicato, totalizando mais de 100 arrastões e assaltos aos coletivos da capital e de cidades da Região Metropolitana desde o início deste ano.

Nesta quarta-feira, a ação aconteceu por volta das 12h na BR-277, em São José dos Pinhais, onde dois indivíduos invadiram o coletivo no ponto São Judas Tadeu. De acordo com o Sindimoc, os suspeitos estavam armados e levaram o valor em dinheiro que estava no caixa do cobrador e também celulares e outros pertences de vários passageiros. O coletivo estava cheio no momento da ação. Ninguém ficou ferido.

A Polícia Militar atendeu a ocorrência desta quarta-feira e realiza patrulhamento na região na tentativa de identificar os suspeitos. Até o fechamento desta matéria, ninguém foi preso.

Outros casos

O problema da violência nos ônibus da capital e da região é antigo e, desde 2017, tem atingido grandes proporções. No dia 8 de fevereiro deste ano, por exemplo, um passageiro de 37 anos morreu após ser atingido por um tiro na cabeça em um ônibus da linha Rurbana, no bairro Campo de Santana. O homem tentava ajudar outra passageira que havia sido agredida por ladrões.

Ocorrências como essa geraram revolta. Por isso, inúmeros atos contra a violência foram organizados pelo sindicato para solicitar segurança no transporte coletivo e também a instalação de câmeras de segurança em todos os ônibus.

De acordo com a Ubrs, empresa municipal que gerencia o transporte, os equipamentos devem ser instalados gradativamente, conforme a frota de ônibus for renovada. Nesta terça-feira (7), quatorze novos ônibus foram entregues pela prefeitura de Curitiba nesta terça-feira (7), todos equipados com câmeras. Já no dia 28 de março, outros 25 novos biarticulados também começaram a circular com os equipamentos de segurança.

Durante a entrega dos coletivos nesta terça-feira, o prefeito Rafael Greca informou que outros 101 veículos novos deverão ser entregues à cidade até o fim do ano.

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do trio de ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!

‘Perdeu playboy’!