Depois de uma discussão sobre as companhias que o filho estava andando, um homem de 50 anos atirou acidentalmente contra o pescoço do próprio filho, de 29 anos, na tarde deste sábado (12), em São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba. O acidente ocorreu na Rua Salomão Miguel Nasser, no bairro Guatupê. O homem foi preso em seguida e o rapaz foi levado em estado grave ao Hospital do Trabalhador.

+ Veja também: Homem engata 1ª ao invés da ré e atropela e prensa o próprio irmão em Curitiba

O caso ocorreu por volta das 14h30. Pai e filho moram no mesmo terreno, o pai na casa da frente e o filho na casinha dos fundos. Conforme levantamentos da Polícia Militar, o filho reuniu alguns amigos em casa e logo o pai foi questioná-lo sobre a presença de rapazes que, na sua opinião, eram maus elementos. Os então dois discutiram e o pai decidiu ir até em casa pegar um revólver, como forma de intimidar o filho a lhe escutar.

Mas logo a discussão recomeçou, os dois entraram em luta corporal e, conforme o pai, o revólver disparou acidentalmente. O tiro foi dado bem próximo ao pescoço, pois havia marcas de pólvora na pele do rapaz. Mas, por sorte da vítima, o disparo não atingiu nenhuma artéria ou veia, nada que o colocasse em risco de morte. Tanto é que ele estava andando pelo terreno, quando o Siate chegou. Mesmo assim, ele precisou ser sedado e entubado para ser levado ao hospital.

+ Leia mais: Resultados da Mega Sena, Dupla, Dia de Sorte, Quina e Timemania não saíram no sábado; entenda!

O pai, que trabalha como vigilante, disse aos policiais que a arma era regularizada. Mas independente de ter sido um acidente ou não, o homem foi detido e levado à Delegacia de São José dos Pinhais. Os amigos do baleado sumiram do local. Não ficou nenhum para acudir o amigo e contar à polícia o que de fato ocorreu.

Fique esperto! Garantia na compra de carro usado vai além de motor e caixa