Desde o começo do ano, pelo menos quatro pessoas já foram mortas no Condomínio Serra do Mar, em São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba (RMC). O último dos assassinatos aconteceu na noite deste domingo (2), no estacionamento do residencial. José Agmarino de Jesus Coelho, 49 anos, mais conhecido como “Zecão da Canoagem”, foi assassinado com vários tiros.

O crime aconteceu no mesmo pátio onde os outros assassinatos foram cometidos. Zecão, como era chamado, era um paratleta de canoagem. Conforme a polícia, ele foi morto ao chegar ao condomínio, que fica na Rua Eucaliptos, no bairro Riacho Doce.

O homem tinha acabado de chegar ao prédio. Ele estacionou o carro, um HB20, quando pelo menos cinco homens vieram e foram em direção ao paratleta. Sem dizer nada, um dos homens, armado e que usava um capuz, atirou várias vezes. O crime aconteceu na frente da esposa e do filho do casal, que tem quatro anos.

Mãe e filho foram poupados. O motivo do crime é um mistério. Os moradores, que costumam não se pronunciar sobre os crimes que acontecem no condomínio, disseram que Zecão não tinha envolvimento com nada errado. Além disso, ele era bem quisto na região, principalmente por sua profissão.

Foto: Colaboração/Portal Na Tela do 190.
Foto: Colaboração/Portal Na Tela do 190.

Assim como todos os outros crimes acontecidos no Serra do Mar, já conhecido como Serra do Mal ou Condomínio da Morte, o assassinato de Zecão é investigado pela Delegacia de São José dos Pinhais. Já se sabe que o tráfico de drogas toma conta do local, mas a polícia ainda não se posiciona sobre os assassinatos. O local já foi, inclusive, alvo de operação da Polícia Federal.

Canoagem

Depois que perdeu uma das pernas, aos 17 anos, Zecão entrou para a canoagem. O homem já tinha recebido vários prêmios e conquistou diversos títulos na carreira. Zecão chegou a ser vice-campeão mundial e hexacampeão sulamericano.

Nas redes sociais, Thiago Buhrer, o vice-prefeito de São José dos Pinhais, se posicionou dizendo que o esporte estava em luto. “É com imensa tristeza que informo o falecimento do nosso paratleta Zecão. Que Deus possa confortar a família nesse momento difícil”, disse.

O vice-prefeito, que esteve com Zecão pela última vez na semana passada, ainda cobrou que os órgãos competentes encontrem o mais rápido possível os responsáveis pelo crime. “Que encontrem aqueles que tiraram a vida desse pai de família e atleta de alto nível. O esporte está de luto”.

 Zecão chegou a ser vice-campeão mundial e hexacampeão sulamericano. Foto: Reprodução.
Zecão chegou a ser vice-campeão mundial e hexacampeão sulamericano. Foto: Reprodução.