Quatro hotéis e pensões no Centro de Curitiba foram vistoriados e seis pessoas, entre usuários e traficantes, foram encaminhadas à delegacia nesta quinta-feira numa ação do Centro de Operações Policiais Especiais (Cope), unidade de elite da Polícia Civil. Segundo a polícia, foram cumpridos quatro mandados de busca e apreensão. Todos fazem parte da mesma investigação, que começou através de denúncias da população e já resultou em duas outras ações anteriores.

O objetivo principal, segundo a polícia, é acabar com a venda e o uso de drogas no Centro, nestes pontos que acabam sendo minicracolândias. “São pequenos hotéis e pensões, que geralmente acabam sendo usados por traficantes. Estes locais também abrigam foragidos da Justiça e foi por isso que conseguimos os mandados de busca”, explica o delegado Rodrigo Brown.

Os hotéis vistoriados ficam nas ruas Saldanha Marinho, 13 de Maio, Alameda Dr Muricy e o último da Linha Verde. Nestes locais, as equipes encontraram de tudo e muitos vestígios de uso e preparação de drogas em vários pontos. ‘Com essa forte repreensão ao pequeno traficante e usuários de drogas, vamos ter um Centro mais seguro, principalmente à população que frequenta a região‘, acredita Rodrigo Brown.

Investigações

Mais de 100 pedras de crack foram apreendidas. Foto: Divulgação/Polícia Civil.
Mais de 100 pedras de crack foram apreendidas. Foto: Divulgação/Polícia Civil.

O trabalho do Cope começou em março desde ano, quando as equipes deflagraram uma primeira operação na região central. Na época, 21 pessoas foram detidas, entre elas, 18 homens, três mulheres e uma adolescente. Nessa primeira busca pelos hotéis e pensões, foram apreendidas porções de vários tipos de drogas – maconha, crack, cocaína, ecstasy e LSD – já prontas para a venda.

Junto com os detidos da ação, o trabalho resultou em meio quilo de maconha e mais de cem pedras de crack apreendidas. Novas operações estão sendo planejadas para a região.

Vídeo

Veja o resumo da operação, feito pelo delegado Rodrigo Brown ao vivo pelo facebook: