Uma conexão entre o Paraná e Santa Catarina foi descoberta pela Divisão Estadual de Narcóticos, a Denarc. As investigações começaram depois que a polícia recebeu a denúncia de que Antônio de Oliveira, conhecido como “Negão”, estaria intermediando a venda de drogas no litoral do Paraná. Os policiais passaram a monitorar as ações e a rotina de Antônio e flagraram o momento em que ele encontrou dois suspeitos, Leandro da Silva e Ezequiel Davi do Livramento, vindos de Santa Catarina para buscar o entorpecente.

A prisão ocorreu em Paranaguá, local onde estava guardada a droga. Na casa de Valdecir Ferreira, a polícia encontrou 57 quilos de maconha, 2 quilos de crack e 1,4 quilos de cocaína, além de um revólver calibre 38 e munições. Na oficina, que é de propriedade de Valdecir e anexa a residência, Ailtom Rodrigues Ribas foi preso em flagrante portando porções de maconha para a venda.

“Essa conexão entre os estados já existia há um tempo. Quatro dos presos já possuíam passagens pela polícia por associação ao tráfico ou tráfico de drogas. Ailtom também já tinha passagem por porte ilegal de arma e Leandro por furto”, afirmou a delegada Camila Cecconello, que conduziu as investigações juntamente com o delegado Rodrigo de Souza. Os cinco presos estão à disposição de Justiça.