André Michael Costa Centeno, 20 anos, foi preso nesta quarta-feira (23), suspeito de assassinar Patrick Valeriano Orlowski, 34. O crime aconteceu na madrugada e foi solucionado menos de uma hora depois pela Delegacia de São José do Pinhais.

André levantou suspeitas por continuar andando no local do crime, com as roupas sujas de sangue. Acabou confessando. Foto: Divulgação Polícia Civil
André levantou suspeitas por continuar andando no local do crime, com as roupas sujas de sangue. Acabou confessando. Foto: Divulgação Polícia Civil

De acordo com a Polícia Civil, a vítima foi morta com facadas no pescoço e tórax, e a prisão do autor aconteceu após a atitude suspeita de André, que permaneceu no local dos fatos e apresentava manchas de sangue na roupa. O homem acabou confessando o crime e foi autuado em flagrante por homicídio qualificado.

Segundo o delegado Michel Teixeira, responsável pelas investigações, a vítima e o suspeito residiam juntos e, momentos antes do crime, foram até um bar localizado na mesma rua onde moravam. “Por volta da 2h30 da manhã, os dois começaram uma discussão e ambos já estavam alterados em razão das bebidas alcoólicas. A vítima teria ameaçado André e o suspeito foi até a residência, pegou uma faca e voltou para provocar a vítima”, conta.

O delegado conta ainda que a discussão continuou depois que foram para casa. “Patrick entrou na residência e André ficou do lado de fora esperando a vítima dormir. Por volta das 4h da manhã, André entrou no quarto e armado com a faca acordou Patrick e começou a desferir diversas facadas no pescoço e tórax da vítima”, relata.

Questionado a respeito das manchas de sangue em sua bermuda, André disse aos policiais que as manchas foram feitas no momento em que tentava levantar a vítima para ajuda- lá. Porém, depois que os investigadores localizaram a arma utilizada no assassinato, o suspeito acabou confessando o crime e agora está preso à disposição da Justiça. Caso seja condenado, poderá pegar uma pena de até 30 anos de reclusão.