A carceragem da Central de Flagrantes da Polícia Civil voltou a ficar tumultuada no final da manhã desta sexta-feira (31). A reportagem da Tribuna do Paraná apurou que os presos tentaram escapar, mas não conseguiram e deram inicio a um principio de rebelião, que foi contido.

Conforme a polícia, a situação começou logo depois que os policiais perceberam a movimentação dos presos no interior da carceragem. De imediato, as equipes conseguiram conter a possível fuga dos detentos.

Equipes do Centro de Operações Policiais (Cope) foram acionadas para dar apoio e até tiros foram ouvidos no interior da delegacia, porém, ninguém teria ficado ferido. À reportagem, um policial que está de plantão na Central de Flagrantes contou que foi usado gás lacrimogênio para conter os ânimos dos detentos.

Em pouco mais de uma semana, essa é a segunda vez que os presos que ocupam a carceragem da Central de Flagrantes tumultuam o local. Na segunda-feira (20) da semana passada, um cano estourado fez com que os detentos começassem um princípio de rebelião, mas ninguém conseguiu escapar.

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do trio de ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!

Central de Flagrantes muda do Centro pro Portão e tira Instituto de Identificação do bairro