Um policial rodoviário federal sofreu uma fratura na perna esquerda, após ser atropelado por um receptador de carros roubados, na Ponte da Amizade, em Foz do Iguaçu, na madrugada desta segunda-feira (1º) de Ano Novo. O criminoso, um homem de nacionalidade paraguaia, foi preso em flagrante por tentativa de homicídio, resistência e, pela segunda vez, receptação, já que tinha sido pego semanas antes tentando atravessar a fronteira com outro carro roubado.

O caso ocorreu por volta das 2h desta segunda-feira (1º). Uma equipe da Polícia Rodoviária Federal (PRF) trabalhava no quilômetro 730 da BR-277, fazendo fiscalização, quando solicitou que um homem, numa caminhonete F-1000, parasse no bloqueio. O motorista, que transitava sentido Paraguai, não obedeceu a ordem e ainda atingiu o policial, que foi lançado ao chão e teve uma fratura no fêmur. O paraguaio só parou 10 metros adiante, depois de arrastar vários obstáculos de proteção da aduana e quase bater em outros veículos e pessoas que circulavam na área de imigração.

O paraguaio ainda tentou resistir à abordagem, agredindo outros policiais e seguranças da Ponte da Amizade, mas acabou contido.

A caminhonete que ele conduzia, usando uma chave micha, tinha sido furtada momentos antes em Foz do Iguaçu. Dois meses e meio antes, no dia 7 de outubro, ele foi preso em flagrante pela PRF, também na Ponte da Amizade, tentando cruzar a fronteira com um Voyage roubado em Agudos do Sul, município próximo a Curitiba. Na ocasião, ele foi preso por receptação.

O policial rodoviário atropelado nesta madrugada segue internado. Após passar por avaliações ortopédicas, foi verificada a necessidade de cirurgia, que ficou marcada para quarta-feira (3).