Um dos presos da carceragem da Delegacia de Fazenda Rio Grande, na Grande Curitiba, identificado como Carlos Roberto dos Santos, 37 anos, morreu na tarde de sexta-feira (17) e a causa ainda é desconhecida pela polícia. Há suspeita de que teria ocorrido uma agressão e os demais presos teriam acionado um investigador plantonista da unidade ao perceber a morte do companheiro de cela. Ao ser alertado, o plantonista acionou o Siate para o socorro, porém, o óbito foi constado pelos Bombeiros no local. A ocorrência foi por volta das 16h.

+ Fique esperto! Perdeu as últimas notícias sobre segurança, esportes, celebridades e o resumo das novelas? Clique agora e se atualize com a Tribuna do Paraná!

Segundo a Polícia Civil, não há confirmação de que uma agressão tenha ocorrido e a Polícia Cientifica foi acionada para realizar as perícias. Em nota, a polícia informou que os detentos que estavam na cela de Santos já estão sendo ouvidos. Ainda de acordo com a nota, um inquérito também foi instaurado para apurar as circunstâncias da morte de Santos.

+ Leia mais: Jovem é morto com 14 tiros na cabeça ao cumprimentar ‘conhecidos’ em um carro

A presença de Carlos Roberto dos Santos na carceragem era recente. Ele estava detido desde segunda-feira (13), em decorrência de um mandado de prisão por crime de furto, aberto em Cruzeiro do Oeste (PR).

 APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do trio de ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!

Homem ‘dorme’ no trilhos e acaba morto ao ser atropelado por trem