Diego Martins Chaves, 33 anos, suspeito de aceitar objetos roubados como pagamento de drogas foi preso na tarde desta quarta-feira (22). Segundo a polícia, ele receptava diversos objetos provenientes de furtos e roubos ocorridos na região do Sítio Cercado.

O homem foi preso em casa, no bairro Osternak, durante um cumprimento de mandado de busca e apreensão realizado pela equipe de investigação do 10º Distrito Policial (DP). Na residência, os policiais encontraram certa quantidade de maconha que caracterizou tráfico de drogas.

preso3Ao todo, foram 37 invólucros de maconha – totalizando, em média, um quilo da substância. A maconha já estava pronta para ser comercializada. Os policiais também apreenderam porções de cocaína, uma balança de precisão e uma nota falsa de R$100.

Na casa de Diego ainda foram encontrados três celulares e uma televisão de 46 polegadas. Como a TV não tinha nota fiscal, também foi apreendida.

Venda de drogas

Conforme informaram os policiais, o homem comercializava drogas na região. Muitas vezes, quando o usuário não tinha dinheiro, ele trocava a substância pelos objetos roubados.

Durante as investigações, que duraram aproximadamente dois meses, a polícia tomou conhecimento de que a residência do suspeito era um ponto certo para a troca ou venda de objetos proveniente de crimes.

O homem foi autuado em flagrante por tráfico de drogas e posse de moeda falsa. “Posteriormente, também poderá ser indiciado por receptação, após averiguação dos produtos apreendidos na ação”, explicou o delegado Rinaldo Ivanike.

Ao todo, foram 37 invólucros de maconha – totalizando, em média, um quilo da substância. Foto: Gerson Klaina.
Ao todo, foram 37 invólucros de maconha – totalizando, em média, um quilo da substância. Foto: Gerson Klaina.