Foi preso, nesta quarta-feira (25), o padrasto suspeito de abusar de uma menina de sete anos com a ajuda da mãe dela. Ele estava foragido e foi localizado no interior do Paraná treze dias depois da prisão de sua esposa, mãe da criança, que também teria participação no crime. Quem efetuou a prisão foi Delegacia da Mulher e do Adolescente (DMA) de São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba (RMC.

De acordo com a polícia, a mãe da menina de apenas sete anos, agia junto com o marido. Apesar dos frequentes abusos, a menina só conseguiu expressar um pouco do que sofria quando passou a morar com uma tia paterna, para quem relatou o terror a que era submetida. Conforme investigações iniciadas há cerca de seis meses, a menina era estuprada pelo casal desde os cinco anos de idade.

“Iniciamos as diligências após tomar conhecimento de que a criança já havia relatado o fato na escola, de diferentes formas e quando a mãe era chamada, agia com pouca importância”, explicou a delegada-titular da DMA, Thatiana Laiz Guzella.

https://tribunapr.uol.com.br/noticias/seguranca/preso-suspeito-de-estuprar-menina-de-12-anos-na-regiao-de-curitiba/