Um rapaz de 21 anos, suspeito de integrar uma quadrilha especializada em clonagem de cartões de crédito, foi preso em flagrante em uma loja de eletrônicos no bairro Prado Velho, em Curitiba. A prisão foi feita pela Delegacia de Estelionato na tarde da última sexta-feira (17), mas só foi divulgada nesta terça-feira (21).

Segundo os policiais, o rapaz foi preso no momento em que tentava comprar dois celulares. A quadrilha já estava sendo investigada há aproximadamente três meses, depois de um golpe consumado contra o mesmo estabelecimento em novembro do ano passado, provocando prejuízo de R$ 7 mil.

Durante as investigações, os policiais descobriram que os bandidos primeiro compravam os produtos através da internet. “Depois, entravam em contato com o estabelecimento para combinar a retirada pessoalmente. O golpe já tinha sido consumado”, explicou o delegado Wallace de Oliveira Brito.

Desconfiança

A empresa foi importante na identificação e prisão do suspeito. Conforme o delegado, a desconfiança ocorreu no momento da compra, pela semelhança com a ação do golpe. “Uma mulher combinou, por telefone, que o filho iria até a loja retirar os aparelhos. Os proprietários comunicaram a equipe e foi possível o flagrante”.

O jovem preso é de Maringá, no Norte do Paraná. Na delegacia, ele alegou que teria ido ao local fazer um favor. Ele foi autuado em flagrante por estelionato, associação criminosa e falsidade ideológica. Segundo o delegado, as investigações continuam para tentar encontrar outros envolvidos no esquema.