Três homens, suspeitos da morte de Maria Eliza Cordeiro, de 35 anos, foram presos pela Polícia Civil neste final de semana, em Curitiba. A mulher foi assassinada e depois teve o corpo queimado ao ser abandonado na Rua dos Contabilistas, no Uberaba. O crime brutal, segundo o trio, aconteceu porque se irritaram que ela estava alterada.

Eduardo Adilar Moreschi Silva, 35, Rafael Martins de Oliveira, de 30, e Elisson Molina, 34, foram presos no bairro Cajuru. Conforme o delegado Cássio Conceição, da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), no dia do crime os três estavam juntos, na casa de Eduardo, alcoolizados e usando drogas.

“Eles contaram que ela chegou, alterada, e começou a surtar. Possivelmente alcoolizada, ela começou a pedir drogas e eles acabaram se irritando e a mataram”, contou o delegado. Após o crime, os assassinos lavaram o corpo da vítima, amarraram suas mãos, a enrolaram em um lençol e, só no dia seguinte, levaram o corpo ao local onde foi abandonado.

“Disseram que lavaram o corpo porque não queriam que sujasse o carro. Em dois veículos, um Uno e um Kadet, eles foram até o bairro Uberaba, onde abandonaram a mulher e atearam fogo ao corpo, possivelmente para fazer com que as chamas destruíssem tudo, mas quando os policiais militares chegaram ainda estava pegando fogo”.

Eduardo, que foi preso na noite de sexta-feira (2) por policiais do 6º Distrito Policial (DP), era ex-namorado de Maria. “Mas nós não acreditamos que o crime possa ter uma outra motivação, pois eles estavam separados há muito tempo. Acreditamos que o motivo tenha sido este mesmo que eles deram”, avaliou o delegado. Os outros dois foram detidos em suas casas, por policiais da DHPP, na manhã de sábado (3).

Aos policiais, o trio não quis comentar o crime, mas a imprensa, os três negaram que mataram Maria. Conforme a DHPP, todos os envolvidos já tinham passagens criminais: Eduardo por tráfico de drogas, Rafael por receptação e Elisson pelo crime de porte ilegal de arma de fogo. “Os três agora vão responder pelo homicídio e, ainda, por ocultação de cadáver”, completou Cássio Conceição. Os dois carros usados no crime foram apreendidos.

Veja também:

Polícia divulga vídeos do momento do crime e a prisão de um dos suspeitos?

Corpo de mulher em chamas é encontrado na rua por moradores do bairro Uberaba