Uma quadrilha especializada em assaltar ônibus foi desmantelada por policiais rodoviários federais na madrugada desta quinta-feira (2). A abordagem aos suspeitos, que começou em Curitiba, terminou em São José dos Pinhais, na Região Metropolita (RMC). Três homens foram presos e dois carros, usados nas ações, foram apreendidos.

Era começo da madrugada quando os agentes da PRF suspeitaram dos ocupantes de um Siena na BR-116. Ao ver a viatura, o motorista acelerou o carro e começou a fugir. Os policiais acompanharam o trio e, no bairro Pinheirinho, já na Linha Verde, o rapaz que dirigia acabou batendo em outros dois carros.

Mesmo após o acidente, os bandidos fugiram e abandonaram o carro no acostamento da Linha Verde, próximo ao acesso do bairro. Os três ocupantes saíram do carro, mas um deles desceu armado e apontando a arma para os policiais. Os agentes até atiraram, mas não acertaram nenhum deles.

Durante a fuga, os suspeitos correram em direção ao viaduto e o homem armado pulou uma das muretas e caiu de uma altura de aproximadamente 12 metros. Ele ficou ferido, foi socorrido pelo Siate e encaminhado ao Hospital do Trabalhador, onde permanece internado sob escolta policial. A previsão de alta é de até sete dias.

arma1
Foto: Divulgação/PRF.

A arma que estava com o homem se abriu com a queda e as munições se espalharam pelo chão. A pistola calibre 380 foi apreendida pelos policiais e tinha numeração raspada. Foram recolhidas ainda 19 munições. O Siena que estava com o trio, na verdade, tinha placas de um carro que foi roubado em abril de 2016. O veículo foi apreendido junto com três balaclavas que estavam dentro.

Nova perseguição

Perto de onde o comparsa caiu e se machucou, outros dois suspeitos entraram em um Celta. Eles foram vistos por outra equipe da PRF e seguidos. Esta segunda perseguição foi até São José dos Pinhais, onde os dois acabaram presos.

Segundo a PRF, os dois presos na RMC tinham passagem criminal por roubo. Eles foram encaminhados à Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos (DFRV), em Curitiba, junto com tudo que foi apreendido. Os policiais encontraram ainda R$ 310 em dinheiro com o homem que continua no hospital.