“Passe todos os cartões de banco com a senha exata. Se não, vamos cortar o dedo do seu filho”. Foi assim que uma quadrilha aterrorizou os funcionários de uma imobiliária em São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba. O assalto aconteceu por volta das 15h desta quarta-feira (26) e deixou um senhor de 52 anos em estado grave.

De acordo com um dos colaboradores da empresa, que preferiu não se identificar, dois homens se aproximaram da porta localizada na Rua Bernardo Dombrowski perguntando a respeito de uma casa para alugar. “Nós deixamos tudo sempre fechado, mas não dá pra saber quem é gente do bem”, lamentou a vítima, que foi amarrada, amordaçada e presa no banheiro.

Fitas foram utilizadas para amarrar as vítimas. Foto: Átila Alberti.
Fitas foram utilizadas para amarrar as vítimas. Foto: Átila Alberti.

“Quando abrimos a porta, eles já mostraram as armas e começaram a nos ameaçar se não obedecêssemos. Fomos colocados juntos no banheirinho apertado e tivemos que passar a senha do cartão para evitar algo pior”.

Os bandidos passaram os dados aos comparsas que ficaram do lado de fora e ficaram aguardando a confirmação do saque. “Eles foram no banco limpar a conta e os outros dois continuaram nos ameaçando”, contou a vítima, que perdeu R$ 2 mil, celular, relógio e outros pertences.

Além disso, os guardas municipais Welington e Oldemar informaram que o proprietário da empresa, pai do rapaz que quase teve o dedo decepado, passou mal durante os momentos de terror. “A pressão psicológica foi extrema e, como ele tem pressão alta e toma medicamentos, precisou ser atendido pelo Samu e encaminhado à Unidade de Pronto Atendimento Afonso Pena“, explicaram.

Fuga

Segundo testemunhas, a quadrilha contava com cinco homens e uma mulher. Eles fugiram com um veículo Cobalt roubado na imobiliária e ainda não foram encontrados. Um deles era bem baixinho e usava calça marrom.