Cinco colombianos e um venezuelano foram presos suspeitos de fazer parte de uma quadrilha de agiotas que agia em Curitiba. Eles foram encontrados num estabelecimento comercial, no bairro Alto Boqueirão, enquanto ameaçavam um comerciante. Com eles, mais de R$ 5 mil foram apreendidos.

A prisão foi efetuada na tarde da última sexta-feira (2), mas só foi divulgada nesta semana. Segundo as investigações, as seis pessoas foram denunciadas há aproximadamente um mês aos policiais do 10º Distrito Policial (DP). Todas as informações davam conta de que as vítimas estavam sendo extorquidas pelos estrangeiros.

O bando agia nos bairros Alto Boqueirão e Sítio Cercado e o golpe era simples: realizava empréstimos para os comerciantes da região, mas depois extorquia as vítimas. De acordo com a polícia, após ceder a quantia, o grupo começava a intimidar os comerciantes, cobrando diariamente cerca de 20% do valor total da dívida.

Através de um trabalho de inteligência, os policiais descobriram que o proprietário de uma lavanderia estava sendo intimidado pela quadrilha. Os cinco homens, que têm entre 21 a 31 anos, e uma mulher, de 30, foram presos em flagrante.

Os suspeitos não esboçaram reação durante a prisão. Com eles, a polícia apreendeu quatro motocicletas, oito celulares, além de aproximadamente R$ 5,6 mil em dinheiro. Tudo vai ser periciado e os envolvidos vão responder por associação criminosa, extorsão e ameaça. A polícia espera que, com a prisão, outras vítimas apareçam e registrem queixa na delegacia. O telefone para contato é o (41) 3386-8350.