A pacata cidade de Cerro Azul, a 92 quilômetros de Curitiba, teve o sossego interrompido por explosões e tiros de fuzil na madrugada desta sexta-feira (16). Por volta das 4h, cerca de 10 indivíduos fortemente armados invadiram a agência do Bradesco, no Centro, explodiram os caixas eletrônicos, assustaram moradores e atiraram contra policiais. Ninguém ficou ferido.

De acordo com a Polícia Militar do município, os bandidos se dividiram em duas equipes para concretizar a ação. “Enquanto parte deles estava na agência, outros se deslocaram até a unidade policial com fuzis 762 e 556 efetuando diversos disparos”, contou um PM. Dessa forma, os policiais não conseguiram evitar o assalto, que aconteceu a apenas três quadras do destacamento.

Foto: Colaboração
Local ficou destruído. Foto: Colaboração

Depois da “chuva de balas”, os bandidos fugiram com o dinheiro da agência em uma caminhonete preta e um veículo Siena de cor branca. Eles seguiram em direção aos municípios de Tunas do Paraná e Bocaiuva do Sul, e estão sendo procurados. Não há confirmação do valor roubado e até a manhã de hoje ninguém foi preso.

Bomba no local

Além de deixar para trás um rastro de destruição na agência bancária e na unidade de polícia, a quadrilha também deixou um artefato explosivo, que assustou a população. O esquadrão antibombas foi acionado e, de acordo com a PM, conseguiu controlar a situação. Policiais ainda estão na agência bancária e a equipe responsável pela perícia também segue no local.

Foto: Colaboração
Artefato explosivo foi abandonado em um dos caixas eletrônicos da agência. Foto: Colaboração