Quatro mulheres foram presas nesta quinta-feira (22) por policiais da Delegacia de Furtos e Roubos (DFR). Elas são suspeitas de participar de uma quadrilha responsável por cerca de 20 furtos contra comerciantes de Curitiba. Os mandados de prisão, assim como os de busca e apreensão, foram cumpridos nas residências das suspeitas, na região da Vila Verde, na Cidade Industrial (CIC).

Leia também: Homem é preso com 580 comprimidos abortivos

Fotos: Gerson Klaina
Roupas, cosméticos e acabamentos para banheiro estão entre os produtos furtados. Fotos: Gerson Klaina

As presas foram reconhecidas por vítimas e testemunhas dos furtos ocorridos na região central da capital. De acordo com a polícia, elas tinham como alvo estabelecimentos comerciais de variados segmentos e enquanto uma delas distraia o funcionário, outra retirava objetos das prateleiras. Os produtos eram escondidos em bolsas e até mesmo em partes do corpo.

“Essas mulheres foram identificadas por equipes de investigação. Ao cumprirmos os mandados, localizamos vários objetos. Tanto produtos que encontramos em farmácia até produtos de construção civil. Encontramos roupas, de diversas redes, e algumas tem até mesmo etiquetas. As quatros agiam de forma conjunta”, explicou o delegado Emmanoel David.

Ações criminosas

Em um das ações, que aconteceu no dia 29 de setembro do ano passado, o grupo teria furtado uma panela elétrica de uma loja da Rua Doutor Faivre.

Outro furto foi registrado na mesma rua no dia 18 de janeiro, onde utensílios domésticos foram levados. Nesse mesmo dia, um furto foi registrado em um supermercado no Bairro Alto. Nesses últimos dois casos, câmeras de segurança gravaram o crime.

Segundo o delegado, todas as mulheres possuem uma longa ficha criminal e diversas passagens por crime de furto. As quatros mulheres seguem custodiadas pela Polícia Civil até o fim do período previsto pelos mandados de prisão.

https://tribunapr.uol.com.br/noticias/seguranca/carro-e-abandonado-na-rmc-com-explosivos-prontos-para-serem-detonados/