Uma briga de casal teve fim trágico com a morte de Elvis Adriano da Silveira, de 39 anos. O apartamento foi incendiado e houve grande movimentação de polícia e bombeiros no local, na madrugada deste domingo (29). O autor do crime, um rapaz de 27 anos, que era o namorado da vítima, foi preso em flagrante pela Polícia Militar (PM), logo depois de esfaquear o homem e iniciar um incêndio no apartamento, em um prédio da Rua Paulina Ader, no bairro Novo Mundo, em Curitiba.

Segundo o que a PM conseguiu apurar, a discussão que motivou o crime começou na primeira hora da madrugada. Os dois, que moravam juntos, teriam entrado em luta corporal, momento em que um deles pegou uma faca e esfaqueou o outro.

Conforme a PM, não se sabe se o rapaz ateou fogo no apartamento com a intenção de se matar ou se sairia do imóvel antes que as chamas tomassem conta de tudo.

Os vizinhos, que primeiro ouviram os gritos e depois viram a fumaça no apartamento, chamaram a PM e o Corpo de Bombeiros. A equipe dos bombeiros agiu rápido e conseguiu evitar que as chamas se alastrassem e tomassem conta do imóvel e de outros apartamentos.

A PM informou ainda que, antes de ser preso, o rapaz precisou ser atendido por uma equipe do Siate. Segundo a polícia, ele teve algum ferimento, provocado pela briga, mas nada que precisasse de encaminhamento ao hospital. Enquanto era socorrido, ele teria dito que agiu para se defender.

Moradores contaram aos policiais que o casal morava no apartamento há algum tempo, mas não ninguém soube dizer se as discussões aconteciam sempre. O rapaz foi encaminhado à Central de Flagrantes, onde, conforme informou a Polícia Civil, foi autuado por homicídio e não quis esclarecer os fatos aos policiais, se reservando ao direito de ficar em silêncio. O nome dele não foi divulgado.

https://tribunapr.uol.com.br/noticias/seguranca/policial-de-folga-defende-mulher-de-agressao-do-marido-e-acaba-matando-o-homem/