Conhecido como “Gordo”, Willian Natan, 23 anos, morreu nos braços do pai na Rua Emilio Johnson, no Centro de Almirante Tamandaré, Região Metropolitana de Curitiba (RMC). O crime aconteceu no final da manhã desta segunda-feira (6) e o rapaz teria dito ao pai que foi baleado por engano.

Segundo a polícia, Willian foi alvo dos disparos na Rua Athayde de Siqueira. Testemunhas contaram que ele correu até a Avenida Emílio Johnson, onde estava o pai, que é cuidador de carros, e pediu ajuda.

O socorro foi chamado e enquanto isso o pai segurava o rapaz nos braços. Antes de começar a perder a consciência, Willian teria dito ao pai que foi baleado por engano. Quando o Siate chegou, os socorristas só puderam constatar o óbito, pois não foi possível reanimar o jovem.

O que a polícia descobriu é que o atirador estaria numa Ecosport. Equipes foram atrás do suspeito do crime, que pode ainda estar na região. A Polícia Civil ainda não confirmou nenhum detalhe sobre o crime, muito menos se o jovem foi mesmo atingido por engano.

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do trio de ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!

Presos arrancam portas de ferro para tentar escapar de delegacia na Grande Curitiba