Sete detentos conseguiram fugir da Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos (DFRV), na Vila Izabel, em Curitiba, na madrugada desta sexta-feira (11). Há uma intensa movimentação de viaturas no local. O local, planejado para abrigar três presos, estava com 11. A Delegacia, ao todo, abriga 111 presos, sendo que a capacidade era 28.

+ Fique esperto! Perdeu as últimas notícias sobre segurança, esportes, celebridades e o resumo das novelas? Clique agora e se atualize com a Tribuna do Paraná!

Os presos serraram dois palitos da grade da porta do cubículo e saíram para o corredor da galeria. Eles utilizaram uma corda improvisada com cobertores amarrada a uma janela, alcançando o pátio interno da unidade, e desta forma conseguiram fugir.

A fuga aconteceu por volta das 5h40 da manhã, quando nove tentaram escapar da carceragem. Dois foram dominados na hora, um deles acabou baleado. Os outros conseguiram escapar. Havia apenas dois policiais de plantão na delegacia.

Por volta das 9h40, os dois presos que foram contidos e feridos durante a fuga deixaram a Delegacia para serem levados ao hospital para atendimento. A Polícia não informou para qual local eles estavam sendo encaminhados. O primeiro atendimento deles ocorreu mais cedo, quando o Siate teria sido acionado para ir até a Delegacia.

No ano passado, em dezembro, também houve uma tentativa de fuga na mesma delegacia. Na época, os presos renderam o agente carcerário e o policial no momento da entrega das marmitas. Um detento morreu e outro ficou ferido. Ninguém fugiu.

Presos foragidos da DFRV

01- Cleverton Alves de Jesus Fuzer

02- Fábio Henrique Rodrigues Corsine

03- Fábio Luiz Teles da Silva

04- Jonas Almeida do Nascimento

05- Moises de Lima Santos

06- Rafael Martins da Silva

07- Rodrigo Roberto Gomes Correa

Recapturados na tentativa

01- Jeferson Pedroso (baleado)

02- Jeferson Ferreira de Oliveira Cruz)

Mais informações em instantes.

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do trio de ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!

O que acontece com os restos mortais se a família do falecido não pagar a taxa do cemitério?