Um homem morreu, outro foi preso e dois conseguiram fugir após uma investigação a roubo de residência feita no bairro Cajuru, em Curitiba, por policiais do 11° Distrito Policial da capital. Durante as investigações, houve um confronto com os suspeitos na noite desta sexta-feira (10) e um dos bandidos, de 29 anos, morreu baleado após resistir à prisão. Um policial também foi atingido, mas graças ao colete balístico passa bem.

O suspeito estava em um Ônix roubado, mas não imaginava que o veículo tinha rastreador, o que fez com que os policiais passassem a monitorar o carro até a melhor hora para efetuar a abordagem. Os outros dois bandidos conseguiram fugir e um homem que seria o receptador de parte do material roubado de uma residência acabou preso.

O investigador Henrique Lima contou à Tribuna do Paraná que os bandidos costumavam ser violentos em seus crimes. “No assalto à casa da família, foram truculentos e chegaram até a pisar no pescoço do dono da residência. Fugiram com tudo o que conseguiram pegar, inclusive o carro, mas não imaginavam que tinha o rastreador”.

Foto: Lineu Filho
Foto: Lineu Filho

De campana

Na casa do policial civil, os bandidos levaram objetos grandes, como uma TV de 55''. Foto: Reprodução.
Na casa do policial civil, os bandidos levaram objetos grandes, como uma TV de 55”. Foto: Reprodução.

Logo depois do assalto à residência, o Ônix roubado foi flagrado por câmeras de segurança da casa de um policial civil, no mesmo dia, quando bandidos invadiram a casa do policial para furtar objetos. “A partir de então começamos a monitorar o veículo e literalmente começamos a seguir os passos dos registros do sistema, até que encontramos, nesta sexta-feira, o carro estacionado numa rua do bairro Cajuru”, explicou Henrique.

Sem que os bandidos percebessem, os policiais fecharam o cerco na Rua Amador Bueno e ficaram esperando que os bandidos saíssem da casa onde estavam. Segundo a polícia, eles estariam negociando uma TV roubada com um morador. “Quando saíram, abordamos e eles reagiram, não tiveram medo não. Um dos assaltantes abriu fogo contra nossas equipes”.

No confronto, um dos policiais foi atingido na barriga, mas o uso correto do colete impediu que ele se machucasse. “Ele também foi atingido de raspão na mão, mas não precisou ser hospitalizado. Os bandidos ficaram tão desesperados que chegaram até a atropelar o investigador e a arma dele falhou, mas ainda assim conseguiu contornar a situação e trocou tiros”.

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do trio de ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!

Segundo os policiais, foram mais de 15 tiros disparados no confronto com os bandidos. Um dos assaltantes, o mais agressivo, foi atingido e chegou a ser socorrido, mas morreu pouco tempo depois, no Hospital Cajuru. Os outros dois bandidos conseguiram fugir, mas os investigadores acreditam que pelo menos um deles tenha saído ferido também.

O homem que tinha negociado a TV roubada foi preso por receptação e encaminhado à delegacia. Já o carro roubado, que chegou a ser atingido pelos tiros, foi periciado e deve ser entregue ao proprietário. A Polícia Civil vai continuar investigando a situação para encontrar os outros envolvidos nos assaltos.

Foto: Colaboração/Polícia Civil.
Foto: Colaboração/Polícia Civil.

Eduardo Baptista não é mais técnico do Coritiba