Moradores do bairro Sítio Cercado, em Curitiba, decidiram fazer justiça com as próprias mãos. Na noite desta segunda-feira (13), eles ouviram que um homem de 48 anos teria abusado sexualmente de uma garota de 12 e começaram a agredi-lo. O tumulto aconteceu na Rua Tijucas do Sul, próximo à estação-tubo Centro Médico.

De acordo com o inspetor da Guarda Municipal, Jônatas Barbosa de Lima, a equipe ficou sabendo da confusão por meio das câmeras de segurança da região. “Os guardas foram até o local e viram algumas pessoas agredindo o cidadão afirmando que ele tinha cometido um estupro contra a enteada”, disse.

Nada confirmado

Diante da situação, os guardas encaminharam o suspeito para a Unidade de Pronto Atendimento do bairro sem risco de morte, enquanto a menina foi levada a diversos hospitais da cidade em busca de um perito que pudesse confirmar o abuso. “Ela foi levada inicialmente para o Hospital das Clínicas, depois para o Pequeno Príncipe e, por fim, ao Hospital Evangélico, onde havia um perito de plantão. Ali, a menina foi examinada e não foi constatado o estupro”, informou o inspetor.

Com o resultado, o suspeito foi liberado. Já a mãe da criança foi orientada a buscar uma delegacia de Polícia Civil para prestar esclarecimentos a respeito do caso.