Um homem suspeito de matar a própria esposa foi apresentado na manhã desta terça-feira (07), pelo delegado Osmar Feijó, na Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). A morte de Andressa Jaquline Mendes da Silva ocorreu no dia 22 e foi de forma brutal: golpes de canivete na frente dos filhos, de 3 e 6 anos de idade.

Segundo a DHPP, o investigado, identificado como Cristiano Gonçalves Alves de Lara, foi detido logo depois que se apresentou confessando oficialmente a autoria do crime. O homem possuía um mandado de prisão preventiva em aberto, expedido pelo Plantão Judiciário da capital.

Ele responderá pelas práticas de homicídio e feminicídio, e permanece à disposição da justiça. Caso condenado, Cristiano poderá pegar uma pena de até 30 anos.

Veja a entrevista com o delegado Osmar Feijó:

O crime

O rapaz, identificado como Cristiano Gonçalves Alves de Lara, teria fugido após matar a esposa com golpes de faca. Logo após o crime, uma vizinha relatou ter visto Cristiano sair apressado do condomínio, que fica na Rua Leandro Dacheux do Nascimento Júnior, depois de uma discussão com a esposa. Ele saiu em um veículo Ômega prata.

Andressa foi assassinada com golpes de faca na frente dos filhos de 3 e 6 anos de idade. Foto: Colaboração.
Andressa foi assassinada com golpes de faca na frente dos filhos de 3 e 6 anos de idade. Foto: Colaboração.