Policiais de Rio Branco do Sul prenderam nesta terça-feira (19) Dieverlon dos Santos, de 20 anos, em flagrante, suspeito pelo crime de homicídio qualificado contra David de Lima, de 53 anos. Dieverlon teria matado a vítima com diversos golpes de machado, objeto que foi encontrado na residência de David, no bairro Estrada da Lancinha.

O suspeito foi encontrado na área rural do município e preso em flagrante. O machado usado no homicídio foi apreendido com manchas de sangue e o delegado que investiga o caso, Rafael Bacelar de Souza, revela que a motivação do crime foi torpe.

“O crime seria em razão de tráfico de drogas, pois a vítima teria revelado para supostos traficantes que seriam credores do suspeito, o local onde ele estava escondido”, explica. Na delegacia, Santos confessou a prática do crime. Ele está preso e responderá pelo crime de homicídio qualificado, permanecendo à disposição da Justiça.

Outra prisão

A Polícia Civil, por meio da Delegacia de Rio Branco do Sul, também prendeu, próximo ao Bosque Municipal de Rio Branco do Sul, na Região Metropolitana de Curitiba (RMC), Jonata da Silva Souza, vulgo Jonão, de 30 anos. Ele é suspeito de matar José Reginaldo de França, 42 anos, no dia 19 de agosto deste ano, na Rua Carlos Pioli, bairro Vila Velha, no mesmo município.

“Depois de uma campana feita por muitas horas e após intensa perseguição, nossa equipe conseguiu prender Jonão, que deve responder por crime de homicídio qualificado, pela torpeza do motivo e pela surpresa”, explica o delegado titular de Rio Branco, Rafael Bacelar.

De acordo com a polícia, informações apontam uma possível desavença entre o suspeito e a vítima e que “Jonão” já teria tentado matar José Reginaldo com facadas. O investigado está preso e permanece à disposição da Justiça.

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do trio de ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!

Em carta, Lula rebate declaração de vice de Bolsonaro sobre famílias criadas por avós e mães