Uma ação coordenada pela Polícia Civil busca prender suspeitos de abuso e exploração sexual contra crianças e adolescentes em todo o Brasil. Ao todo, 18 estados participam das ações policiais e o Paraná está entre eles. A força-tarefa é coordenada pelo Ministério da Segurança Pública (MSP) e ocorre desde as primeiras horas desta quinta-feira (22). Até às 11h, cinco pessoas já tinham sido presas no Paraná, entre elas duas de Curitiba.

Leia mais! Homem pula de caminhão pra tentar se salvar de acidente, mas morre ao cair no asfalto

Além de ações simultâneas realizadas no Brasil, equipes policiais também atuam na Argentina. No Paraná, devem ser cumpridos 10 mandados de busca e apreensão. Entre os locais estão, Curitiba, Maringá, Cascavel, Mandaguari e Paranavaí.

Além de vistoriar suspeitos, as equipes procuram arquivos com conteúdos relacionados a crimes de abuso e exploração sexual contra crianças e adolescentes. Os alvos foram identificados pela Diretoria de Inteligência da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Dint/Senasp/MSP), com base em elementos informativos coletados em ambientes virtuais, que apresentavam indícios suficientes de autoria e materialidade delitiva.

Leia também! Homem que matou o sogro é preso no hospital após bater o carro!

Esse conhecimento produzido foi repassado às polícias civis – em especial às delegacias de proteção à criança e ao adolescente, e repressão a crimes informáticos. Os policiais instauraram inquéritos e solicitaram aos juízes locais para expedição dos mandados de busca e apreensão.

A Operação Luz na Infância 3 é fruto de cooperação entre a Diretoria de Inteligência da Senasp, a Polícia de Imigração e Alfândega dos EUA (US Immigration and Customs Enforcement-ICE). Também participaram das investigações o Corpo de Investigações Judiciais (CIJ) do Ministério Público Fiscal da Cidade Autônoma de Buenos Aires e as polícias civis do Brasil para o desenvolvimento e aprimoramento da atividade de repressão à exploração sexual infantojuvenil.

Leia também! Mesmo condenado, ex-deputado Carli Filho pode não ir pra prisão

Prisões no Paraná

No Paraná, foram cumpridos 10 mandados de busca e apreensão. Em Curitiba, os alvos (três mandados de buscas) foram cumpridos nos bairros São Braz, Pinheirinho e Xaxim. Na ocasião, duas pessoas foram presas. Durante o cumprimento, as equipes apreenderam diversas mídias salvas em cd’s, câmeras fotográficas, computadores, além de vários hd’s externos.

Foram cumpridos ainda um mandado de busca em cada cidade (Cascavel, Mandaguari e Maringá) com a prisão de cada alvo. Todos os suspeitos presos durante a operação policial serão indiciados pelo crime de pedofilia.

Leia também! Cobradora foi assassinada porque entregou ‘pulada de cerca’ de traficante

Detalhes da operação

A Operação Luz na Infância 3 é fruto de cooperação entre a Diretoria de Inteligência da Senasp, a Polícia de Imigração e Alfândega dos EUA (US Immigration and Customs Enforcement-ICE), o Corpo de Investigações Judiciais (CIJ) do Ministério Público Fiscal da Cidade Autônoma de Buenos Aires e as Polícias Civis do Brasil para o desenvolvimento e aprimoramento da atividade de repressão à exploração sexual infantojuvenil.

As ações simultâneas realizadas no Brasil e na Argentina mobilizam um efetivo aproximado de 1000 policiais, sendo que no Estado do Paraná, 54 policiais civis deram apoio – servidores dos Nucrias, do Nuciber, da Delegacia do Adolescente de Curitiba, além das Subdivisões de Maringá e Cascavel e Denarc de Londrina.

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do trio de ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!

Sete são indiciados por morte do jogador Daniel. “É um psicopata”, diz delegado sobre assassino